A VIDA COMEÇA NO FINAL DA SUA ZONA DE CONFORTO!!!

Domingo, 31 de julho de 2011

Marquei de encontrar o Marcel logo cedo na agência que seria responsável de nos levar à uma cidade da Bolívia chamada Coroico para fazer o Downhill na estrada da morte.

Cheguei na agência que ficava na Calle Sagarnaga (cruzamento com a Illampu), e ao aguardar o Marcel que ainda não chegara, notei um menino loiro com o cabelo mais bizarro que já vi na vida, fiz amizade com ele.. ele se chamava Jake, era inglês e que tortura falar inglês com ele!

Acho que ficar mais de 15 dias falando espanhol me deixou muito mal acostumada e me regrediu mais do que já sou regredida naturalmente no inglês.. rs mas conseguimos conversar por entre mímicas, caça palavras-sinônimo.. e um belo de um portuglês requintado com um “Q” español! Rs
O Marcel chegou… dei aquele abraço no parceiro! E seguimos pra van que iria nos levar ao nosso destino.

O desnível do Downhill é de aproximadamente 3.000 metros iniciando aos 4.700 metros acima do nível do mar.. percorrendo 21 km das 10 da manhã até as 16 horas da tarde finalizando aos 1.600 msnm.

Quem for pra Coroico.. eu realmente recomendo roupas de calor! Apesar de estar inverno na Bolívia e de La Paz ser um lugar onde se faz muito frio.. e parecer insano levar roupas de calor: vai na minha: “LEVE!” Coroico te dá a sensação de que você está no Brasil.

Alem de montanhas demasiadamente verdes como as nossas.. faz um calor que lembra e muito nosso país tropical. Dizem que La está a Selva boliviana e é realmente de tirar o Fôlego!

O Inicio do percurso.. começamos no asfalto, colocamos as roupas apropriadas, um tanto mais resistente para alguma possível queda, comigo estava eu o Marcel, o Jake, dois bolivianos com o pai, e depois nos aliamos a outra agencia que só tinha caras chilenos e espanhóis.

É.. de mulher só tinha eu e a boliviana o resto se totalizava em 14 caras.

Eu dou um doce pra você adivinhar quem é a unica retardada dos braços pra cima.
Marceu, eu e Jake

Depois de uns 20 minutos ou meia hora de descida paramos em um lugar onde compraríamos o ingresso pra descida na estrada da morte. Não vou me recordar de valores… mais não era alto. Depois do ingresso comprado entramos na van, onde ela não parava de subir, iríamos pra segunda etapa do downhill : uma descida de estrada de terra, onde se faz necessário ficar freando o tempo inteiro! cheia de pedras relativamente grandes, sem proteções , guarde-rei, nada do gênero.. apenas memoriais de pessoas que faleceram naquela estrada e o abismo aguardando ser observado rapidamente enquanto passamos de bike ou a nossa queda.

Fui cautelosamente, não era a minha intensão cair,Tinha horas que meus tendões das mãos doíam de tanto que eu ficava freando… então quase que por minutos.. eu relaxava as mãos.. soltava o freio… corria a mais de 60 km por hora.. ao som de uma boa trilha sonora de Metallica no ultimo volume do meu MP3, até a próxima curva! Kkk

Cada curva era um cagasso… o medo de cair era grande… por que não havia ninguém por mim… nenhum guia estava no controle da minha bicicleta..e se eu falhasse não haveriam backup’s, ou acertava ou acertava.

Em alguns momentos parávamos pra tomar uma coca-cola.. uma água.. Eu não vou ter tantas fotos boas… por que nãoo usei minha maquina no downhill só tive fotos da agencia que por sinal não foram tããão boas assim.

Eu até levei minha câmera.. mas haviam fotos do pequeño Alpamayo! E NEM A PAU JUVENAL que eu iria correr o risco da minha câmera voar abismo abaixo e perder aquela raridade! Rs

Preferi deixar a câmera com o guia.. segura de tudo e todos.. e longe do meu jeito estabanado e muito atrapalhado que seria capaz de fazer sumir todas as imagens que conseguira no condoriri.

Bom… os bolivianos já eram… o menino e a menina caíram no meio da estrada.. (ainda bem que não foi no abismo rs ) aí.. já broxaram.. o pai deles ficou puto.. foi até na delegacia dar queixa da agencia.. (????????????????????? É.. Tb me perguntei pq… rs )

Só sobrou a Isabelle de mulher… cheguei invicta…. confesso que me desiquilibrei e cai no canteiro próximo ao barranco num dos ultimos kms.. não no abismo.. claro.. do contrario não teria condições de estar viva pra contar.. kkk (caí próximo à paredona de barro.. do lado oposto do perigo) masssssssssss como não me estrepei.. me considero invicta.. nem encostei a bunda no chão! Se não encostei.. tecnicamente não cai. Hááá!

Finalizamos o percurso aos 1.600 metros de altitude.. depois de um longo dia tremilicando na estrada de terra boliviana mais perigosa do mundo.. ao som de um ótimo rock’n’roll.


Depois fomos a um hotel almoçarmos (estava incluso no pacote.. ) havia piscina.. mais não havia tempo habil nem pra tomar banho.. rs almoçamos e voltamos  pra La paz.. cansadíssimos.. perto das 8 horas.. por tanto não se iluda: downhill não é programa de meio período.. é um programa que ocupa o dia inteiro! E a melhor coisa que eu fiz na vida foi faze-lo depois das montanhas… se não eu não teria condições de dar um passo em neve.. com o corpo dolorido do dia seguinte!
Marcel
Jake com o cabelo “bufalo soul jaaaah”…

A noite em La paz.. morta.. resolvi tomar um super café com chocolate no Alexander coffeee onde virei fã numero um e freqüentadora de carteirinha… pra minha sorte estava na FOX passando os simpsons.. a voz do Simpson dublada em espanhol é assustadora! e o Homer se chama HOMERO… tosco neh!? (curiosidades uteis pra vida).

Fiquei curtindo minha preguiça… e depois fui Pra o hostel ACABADA! tomei um banhoe desmaiei na cama.
Segunda-Feira, 01 de Agosto de 2011

Acordei de manhae pude ver no “meu quarto” duas figuras diferentes. Dois caras Alemães falando d forma intradutível.. rs eu tava com a boca toda queimada do frio..e dormi com HIPOGLOS na boca.. acredite.. eu naõ tenho senso do ridiculo mesmo.

Mas é claro que eu fiquei eperando os caras sairem correndo do quarto pra e levantar correndo pra lavar o hipoglos e me livrar do papelão de me verem naquele estado!rs

Tomei um banho. e ao sair.. disse um timido OI. sai por La Paz e fui fazer compras por la paz. sai com a cargueira vazia.. pra botar as compras.. la tem bastante lojas na calle Illampu, e foi la onde praticamente comprei tudo o que eu precisava.

Passear pelas ruas de La Paz é uma delicia.. até mesmo sozinha… nas lojas… nas ruas… as pessoas me paravam… quando sabiam que eu era brasileira.. acho que na bolivia em época de ferias… existem mais brasileiros do que os proprios bolivianos.. rsrsrs todos mto brothers.. todos na mesma pegada de mochilada, trocando dicas… experiencias…é algo unico.

Passei tambem por uma igrejinha que encontrei no caminho… e na hora que me levantei pra ir embora.. começou uma Santa Missa. Acabei sentando novamente e participando.
Fiquei Observando como era o comportamento das pessoas na igreja durante a santa missa.. nada tão diferente do brasil.. a não ser um momento: depois da consagração do corpo de cristo.. na hora das pessoas irem comungar… ninguem se levantou. (?????????????????????????????)

Ninguem foi comungar… somente o padre comungou.. e os ministros que estavam ajudando.
Fiquei com isso na cabeça.. e acho que eu ia ter formigas na calça se nao perguntasse por que ninguem comungou.. onde ja se viu? o povo naõ poder comungar?

Enfim… ao encerrar a Santa missa.. fuí até o altar e perguntei com o meu portunhol horrivel. POR QUE as pessoas não comungaram! e se o povo naõ podia comungar! o cara olhou pra mim.. com um ar pacifico, e me respondeu que todos podem comungar.. e que se ninguem se levantou.. é por que ninguem se sentiu preparado para receber o corpo de cristo.

Vai saber neh? enfim… foi algo bem diferente! rs
ja estava acabando o dia.. minha mochila estava bem cheia..eu tava parecendo a dona maria muambeira do  paraguai e voltei pro hostal.

Encontrei a Verô e a Lisa, e elas me disseram que haviam mais voluntarios alemães que estavam por la.. e aos poucos foram e apresentando à todos! Me recordo do Florian (Floppy) e um menino que tinha um nome complicado.. e mais algumas alemãs.

Tomamos um cadin de wisk ficamos batendo papo e ainda fomos na balada… no hotel loki! Não achei a melhor balada mas deu pra descontrair com o pessoal!

Terça Feira, 02 de Agosto de 2011

Acordei com uma ressaquinha básica.. fiquei com o pessoal no hotel.. descansando e assistindo um filme que não vou me lembrar do nome.. andei pelas ruas de La Paz com a Lisa e a Veronica.. (duas alemãs) à tarde pra ver na rodoviaria que horas sairia o ônibus para Uyuni e me dei conta que era dentro de muito pouco tempo: as 18:30pm.

Fui pro hostal correndo.. e arrumei minhas malas.. ainda passei no salão de cabelereiro e ainda fiz um dread com as cores pra Bolívia. Peguei a estrada sentido Uyuni, eu iria viajar a noite toda.

One Response so far.

  1. Neo disse:

    Neguinha mandou bem D+++++++++!!!


De volta pra Climb!!

   Ao tirar o carro da garagem hoje pela manhã ...

Huayna Potossi - Min

  “Disse em minha nota no facebook ano passado, sobre minha ...

Cabeza del Condor (5

Por dois anos venho treinando Alta Montanha na Bolívia em ...

Escalada em São Ped

Sexta feira, dia 05 de Novembro de 2011Chegamos em são ...

Feriado de Finados -

Quarta feira, 2 de novembro de 2011Feriado de Finados.Formamos a ...